SORRISOS de criança

Um espaço dedicado ao interesse dos pais, encarregados de educação, educadores de infância, professores e crianças
 
InícioPortalGaleriaBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Os Octonautas (completa) PT-PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeTer 23 Out 2018, 17:20 por Bagresapo

» Luísa Amaro - Argvs (2014)
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSeg 08 Out 2018, 19:02 por fgost

» filmesonlinegratis
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSex 28 Set 2018, 23:44 por 

» Morangos Com Acucar filme PT-PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSex 28 Set 2018, 23:42 por 

» Zorro-A.Lenda.De.Zorro-Vol.1. A.Vol.3.PT.PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSex 28 Set 2018, 23:28 por 

» Aprender.Inglês.Com.o.Noddy-Serie.Completa. PT.PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSab 28 Abr 2018, 19:54 por dogwhite

» Disney.Magic.English.Serie.Completa PT-PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSab 28 Abr 2018, 19:46 por dogwhite

» As.Aventuras.De.Tom.Sawyer-Serie.Completa. PT.PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeTer 24 Abr 2018, 18:16 por joao115rot

»  Fatal Fury: O Filme PT-PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeQui 07 Set 2017, 10:10 por bombjack

» Paprika
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeQui 07 Set 2017, 10:10 por bombjack

» Little Witch Academia
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeQui 07 Set 2017, 10:03 por bombjack

» Franky Snow serie completa PT-PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSeg 14 Ago 2017, 08:35 por bombjack

» Batman: Valentes e Audazes PT-PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSeg 14 Ago 2017, 08:35 por bombjack

» Huntik – 1ª e 2ª temporada PT-PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeSeg 14 Ago 2017, 08:33 por bombjack

» Em.Busca.Do.Vale.Encanto.Série-1.Completa. PT.PT
Hiperactividade Infantil Icon_minitimeTer 08 Nov 2016, 22:47 por pedrocool120

Quantos nos visitam

Regista-te neste fórum
Faz o teu registo para teres acesso a tudo... é muito fácil e poderás aceder a todo o conteúdo deste fórum
Social bookmarking
Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de SORRISOS de criança em seu site de social bookmarking
QUEM NOS VISITA


Novembro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 
CalendárioCalendário

Compartilhe
 

 Hiperactividade Infantil

Ir em baixo 
AutorMensagem
Elsa
Fundadora
Fundadora
Elsa

Feminino Mensagens : 4941
Pontos : 9601
Data de inscrição : 27/09/2013

Hiperactividade Infantil Empty
MensagemAssunto: Hiperactividade Infantil   Hiperactividade Infantil Icon_minitimeQui 10 Out 2013, 21:31



Hiperactividade Infantil

“O meu filho desde pequenino que é irrequieto”; “O meu filho passa o tempo todo a correr dum lado para o outro”; “O meu filho desarruma os brinquedos todos e não brinca com nada”; “Ando sempre a comprar material escolar para o meu filho porque ele anda sempre a perder a borracha, o lápis…”…

De acordo com o DSM-IV da Associação Americana de Psiquiatria (AAP) a Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção (PHDA) caracteriza-se por um “padrão persistente de falta de atenção e/ou impulsividade-hiperactividade, com uma intensidade que é mais frequente e grave que o observado habitualmente nos sujeitos com um nível semelhante de desenvolvimento“. Trata-se de uma perturbação neuro-comportamental, que atinge cerca de 9,2% dos rapazes e 2,9% das raparigas em idade escolar.
Em termos gerais, a criança com PHDA tem dificuldade em filtrar estímulos, pelo que se distrai com facilidade. A criança com hiperactividade tem dificuldade em manter-se sossegada, permanecendo em constante movimento; é impulsiva; não “para” para olhar ou ouvir com atenção; tem pouca tolerância à frustração. É importante para os pais perceberem que as crianças hiperactivas entendem as regras, instruções e expectativas sociais; o problema é que têm dificuldade em acatá-las. Mais importante ainda: estes comportamentos são acidentais e não propositados, pelo que nenhuma destas manifestações deve ser confundida com falta de educação ou mau comportamento.
DIAGNÓSTICO

Por vezes é difícil distinguir entre o comportamento de uma criança que está apenas a ser criança, e o daquela que tem PHDA, uma vez que o diagnóstico é feito apenas com base em critérios comportamentais. Desta forma, o diagnóstico deve ser sempre realizado por um especialista apto a determinar se a criança tem ou não hiperactividade, cabendo aos pais e educadores estarem atentos a eventuais sinais que possam indicar a presença da doença.
De acordo com a classificação do DSM-IV, a criança com PHDA pode pertencer a um de três subtipos: PHDA predominantemente desatento; PHDA predominantemente hiperactivo; PHDA combinado.

SINTOMAS DE HIPERACTIVIDADE E IMPULSIVIDADE
1. Movimentar permanentemente mãos e pés, quando sentado;
2. Não se manter sentado quando deve;
3. Correr ou saltar de forma excessiva, em situações inapropriadas;
4. Dificuldade em envolver-se em actividades de forma tranquila;
5. Parecer «ligado a um motor»
6. Falar em excesso
7. Responder antes da pergunta ser completada
8. Dificuldade em esperar pela sua vez
9. Interromper ou interferir nas actividades e conversas dos outros
Para haver um diagnóstico de hiperactividade, para além de terem de existir pelo menos seis dos sintomasanteriores, estes devem: iniciar-se antes dos sete anos de idade; persistir durante pelo menos seis meses; estarpresentes em dois ou mais contextos (casa, escola, actividades extra-curriculares…); ser inconsistentes com o nível de desenvolvimento; não se deverem a patologia pervasiva do desenvolvimento, ou consequência de outra perturbação mental.
ACOMPANHAMENTO
Uma vez diagnosticada a hiperactividade, é altura de iniciar o trabalho multidisciplinar, envolvendo pais, professores e terapeutas. Devem ser planeadas as estratégias e intervenções que serão implementadas, envolvendo, sempre que necessário, a modificação do ambiente, adaptação do currículo, flexibilidade na realização e apresentação de resultados, medicação, etc….
A forma mais eficiente de acompanhar a criança com hiperactividade é não só através de medicação, mas também de terapias específicas e técnicas pedagógicas adequadas. Os pais desempenham um papel fundamental pois a criança com hiperactividade necessitará de muito apoio, compreensão e, sobretudo, muito carinho.

O “tratamento” da hiperactividade tem como objetivo:
- Melhorar ou anular os sintomas;
- Diminuir ou eliminar os sintomas associados;
- Melhorar a aprendizagem, as relações sociais e familiares.

A abordagem terapêutica da PHDA engloba duas vertentes igualmente importantes, o tratamento psico-social e o farmacológico. Em relação à medicação, a eficácia dos psicoestimulantes está bem estabelecida, verificando-se em cerca de 80% dos casos. Estes fármacos são eficazes na melhoria da atenção, o que tem consequências positivas ao nível do desempenho escolar e trazem benefícios na redução da hiperactividade e impulsividade. É importante, contudo, referir que a medicação raramente está indicada como primeira linha de acção e nunca deve ser utilizada isoladamente, mas sim em combinação com outras terapias e medidas de modificação comportamental.

Outras abordagens terapêuticas, passam pelo aconselhamento e esclarecimento adequados da situação à criança, família e professores. Estes devem ser informados e apoiados sobre o tratamento, o prognóstico, nomeadamente sobre os efeitos que o PHDA pode ter sobre a aprendizagem, comportamento, auto-estima, competência social e função familiar. Existem diversas terapias, entre as quais a terapia comportamental e a Psicomotricidade, que têm como objectivo a diminuição dos comportamentos indesejados, e devem ser sempre acompanhadas por técnicos especialistas. De um modo muito geral, um dos objectivos principais consiste em reduzir a frequência de comportamentos inadequados e aumentar a frequência de comportamentos desejados. “A melhor maneira de influenciar um determinado comportamento é prestar-lhe atenção e a melhor maneira de aumentar a frequência de um comportamento desejado é apanhar a criança a portar-se bem” Fowler (2000). A psicomotricidade trabalha através do movimento, provocando um maior controlo da criança sobre seus movimentos, prevenindo ou corrigindo as dificuldades apresentadas. Tambem as técnicas de relaxação podem auxiliar crianças hiperactivas, produzindo um maior controlo sobre a agitação (característica do distúrbio). A terapia comportamental procura adaptar a criança ao seu ambiente, interferindo no comportamento da criança hiperactiva e também dos que o cercam.
Em casa, o trabalho com os pais deverá incidir em estratégias que lhes permitam controlar o comportamento dos filhos e melhorar a sua interacção com os colegas:
- estabelecer regras de comportamento claras e definidas;
- evitar castigar excessivamente;
- manter horários fixos (para refeições, para dormir, para os deveres, para a diversão);
- garantir que a criança faz os trabalhos de casa num sítio sossegado, sem televisão ou outras distracções;
- supervisionar os trabalhos de casa e dividir o trabalho em pequenos segmentos, dando tempo para a criança “se levantar” entre cada actividade;
- ter um segundo conjunto de livros em casa (ou cópias dos mesmos) e pedir ao professor uma lista dos trabalhos de casa todos os dias, para o caso de a criança os perder ou se esquecer;
- não dar ordens que possibilitem reações alternativas como por exemplo, dizer à criança que pode tomar banho agora ou mais tarde (seria um problema para resolver);
- a escolha de tarefas deve ser feita no sentido de possibilitar que a criança seja bem sucedida, de forma a compensar o trabalho escolar e aumentar a auto-estima.

Na escola, os educadores e professores deparam-se com grandes dificuldades quando têm uma criança hiperactiva na sua sala de aula. Além de distrair os colegas, o aluno hiperactivo tem dificuldade em completar trabalhos e seguir instruções, dificultando assim a sua aprendizagem. É necessário apoiar os professores e sugerir algumas modificações:
- modificar a estrutura da sala de aula, reduzindo os estímulos entre o aluno e o professor (localização preferencial na primeira fila);
- sentar a criança perto de colegas mais calmos e concentrados diminuindo assim a tendência para “seguirem” a sua agitação;
- trabalhar com pequenos grupos, sem isolar as crianças hiperactivas;
- evitar todas as fontes de estímulos que não sejam o próprio material de aprendizagem;
- evitar tarefas longas: sempre que possivel, as actividades devem ser de conclusão rápida para que o aluno consiga conclui-las e não pare pela metade; as tarefas maiores deverão ser divididas em partes de forma a que ele perceba consegue terminar cada parte;
- ajudar a manter a área de trabalho da criança livre de materiais desnecessários;
- dar oportunidades à criança para se movimentar (por exemplo, ser ela a distribuir as folhas, apagar o quadro….);
- colocar no quadro as actividades a realizar nesse dia, para que o aluno perceba que há tarefas e regras pré-definidas e previamente organizadas e que todos devem cumpri-las;
- trabalhar as matérias mais difíceis de manhã, quando a criança está mais concentrada e fresca;
- sugerir alternativas para comportamentos inadequados;
- elogiar generosamente todos os comportamentos adequados;
- beneficiar de Apoio Educativo Individualizado ou eventualmente apoio de Ensino Especial.


O diagnóstico precoce da hiperactividade, seguido das terapias adequadas é o factor fundamental para o sucesso a longo prazo da criança na escola, em casa e nas relações com pares.





Sara Louro
Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação
Clínica da Educação

Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sorrisos.forumeiros.com
 
Hiperactividade Infantil
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SORRISOS de criança :: ✮☆✮ Ser Especial ✮☆✮ :: Outros problemas/défices-
Ir para: