SORRISOS de criança

Um espaço dedicado ao interesse dos pais, encarregados de educação, educadores de infância, professores e crianças
 
InícioPortalGaleriaBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Os Octonautas (completa) PT-PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeTer 23 Out 2018, 17:20 por Bagresapo

» Luísa Amaro - Argvs (2014)
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSeg 08 Out 2018, 19:02 por fgost

» filmesonlinegratis
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSex 28 Set 2018, 23:44 por 

» Morangos Com Acucar filme PT-PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSex 28 Set 2018, 23:42 por 

» Zorro-A.Lenda.De.Zorro-Vol.1. A.Vol.3.PT.PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSex 28 Set 2018, 23:28 por 

» Aprender.Inglês.Com.o.Noddy-Serie.Completa. PT.PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSab 28 Abr 2018, 19:54 por dogwhite

» Disney.Magic.English.Serie.Completa PT-PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSab 28 Abr 2018, 19:46 por dogwhite

» As.Aventuras.De.Tom.Sawyer-Serie.Completa. PT.PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeTer 24 Abr 2018, 18:16 por joao115rot

»  Fatal Fury: O Filme PT-PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeQui 07 Set 2017, 10:10 por bombjack

» Paprika
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeQui 07 Set 2017, 10:10 por bombjack

» Little Witch Academia
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeQui 07 Set 2017, 10:03 por bombjack

» Franky Snow serie completa PT-PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSeg 14 Ago 2017, 08:35 por bombjack

» Batman: Valentes e Audazes PT-PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSeg 14 Ago 2017, 08:35 por bombjack

» Huntik – 1ª e 2ª temporada PT-PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeSeg 14 Ago 2017, 08:33 por bombjack

» Em.Busca.Do.Vale.Encanto.Série-1.Completa. PT.PT
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeTer 08 Nov 2016, 22:47 por pedrocool120

Quantos nos visitam

Regista-te neste fórum
Faz o teu registo para teres acesso a tudo... é muito fácil e poderás aceder a todo o conteúdo deste fórum
Social bookmarking
Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de SORRISOS de criança em seu site de social bookmarking
QUEM NOS VISITA


Novembro 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 
CalendárioCalendário

Compartilhe
 

 DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA)

Ir em baixo 
AutorMensagem
Elsa
Fundadora
Fundadora
Elsa

Feminino Mensagens : 4941
Pontos : 9601
Data de inscrição : 27/09/2013

DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Empty
MensagemAssunto: DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA)   DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Icon_minitimeQui 10 Out 2013, 21:29

Cada vez mais, pais e professores manifestam preocupações relativamente ao problema da falta de atenção das crianças na sala de aula; e muitas razões poderiam ser enunciadas, para justificar esta questão: a criança está cansada; a criança tem por hábito deitar-se tarde; a criança não gosta da matéria; entre muitas outras possíveis. O facto de um aluno não estar atento na sala de aula não significa necessariamente que apresente Distúrbio do Défice de Atenção.
Segundo estudos recentes, aproximadamente 20% das crianças com défice de atenção tem dificuldades de aprendizagem e cerca de 90% tem problemas nos resultados escolares. Perto de 60% das crianças mais pequenas manifestam este tipo de problema através de birras e a maioria das crianças mais velhas tem uma baixa tolerância à frustração. Embora a impulsividade e a hiperactividade tenham tendência a diminuir com a idade, a falta de atenção e os sintomas associados podem permanecer até à idade adulta.
Ao longo dos tempos, foram surgindo vários adjectivos para descrever os mesmos sinais e sintomas do Distúrbio do Défice de Atenção, como por exemplo, “Disfunção cerebral mínima”, “Síndroma da criança hiperactiva”, entre outros. Em 1968 a American Psychiatric Association (APA) publicou o DSM-III, onde surge o termo “Reacção hipercinética da infância”, e que é substituído posteriormente, em 1980, por “Distúrbio do Défice de Atenção”, quando se reconhece que os problemas de atenção e impulsividade persistem na vida adulta.
Antes de mais, parece-me fundamental referir que uma criança com Défice de atenção não tem obrigatoriamente de ter hiperactividade. Em 1994 a APA classificou o DDA em 3 sub-tipos:
- Défice de atenção predominantemente desatento
- Défice de atenção predominantemente hiperactivo-impulsivo
- Défice de atenção predominantemente combinado
Desta forma, e segundo o Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders (DSM-IV), para ser diagnosticado o subtipo Predominantemente Desatento, o indivíduo tem de apresentar seis ou mais dos seguintes sintomas de falta de atenção, durante pelo menos seis meses (chegando ao ponto de ser prejudicial ao seu desenvolvimento):

Com frequência deixa de prestar atenção a detalhes ou comete erros típicos de descuido em actividades escolares, de trabalho ou em outras atividades;
Com frequência apresenta dificuldade em manter a atenção em tarefas ou atividades lúdicas;
Com frequência parece não “dar ouvidos” quando lhe dirigem a palavra;
Com frequência não segue instruções e não termina tarefas escolares, pequenas tarefas ou deveres profissionais (o que não se deve a comportamentos de oposição ou incapacidade para compreender instruções);
Com frequência tem dificuldade na organização de tarefas ou actividades;
Com frequência evita, não gosta ou recusa envolver-se em tarefas que exigem esforço mental constante;
Com frequência perde materiais necessários para as tarefas e actividades (como brinquedos, lápis, livros, etc);
Distrai-se facilmente com estímulos alheios à tarefa que está a realizar;
Com frequência esquece actividades do dia-a-dia.


De um modo geral, uma criança que apresente défice de atenção, tem mais dificuldade em concentrar-se em tarefas que exijam esforço mental, quando comparado com a maioria das crianças da mesma idade. A criança poderá até estar concentrada enquanto faz um determinado jogo (que seja do seu agrado), mas bastará um pequeno estímulo externo para “desligar”.
Para que haja DDA é necessário que a criança seja incapaz de manter a atenção nas tarefas que exigem esforço mental em diferentes contextos. Se na sala de aula está distraída, mas em casa consegue manter-se atenta, por exemplo, quando está a fazer os trabalhos de casa, então provavelmente poderão existir outros factores no contexto da sala de aula que dificultam a concentração. Outro factor a ter em conta é que só se poderá falar em DDA, caso não existam outros factores de ordem emocional que condicionem o nível de atenção.
Os alunos com défice de atenção necessitam de organização, de estrutura e de repetições frequentes. Es


tabelecer regras e colocá-las em locais estratégicos, de fácil consulta, facilita ao aluno saber o que deve fazer e o que é esperado dele, o que lhe transmite segurança.
Termino com algumas sugestões que poderão ser úteis para ajudar uma criança com DDA:
- na sala de aula, sentar o aluno perto do professor, pode diminuir a frequência de situações de distracção; do mesmo modo, é benéfico sentar o aluno perto de colegas “bem comportados”, que funcionam como modelos para o estimular;
- expor as regras “da sala” de forma visível e apelativa, após terem sido trabalhadas em grupo. Estas regras devem estar escritas de forma positiva, e deve recorrer-se a elas sempre que uma seja desrespeitada; as crianças com DDA necessitam de as ouvir com frequência, por isso repita-as e fale acerca delas;
- dar feedbacks de forma construtiva, promove a ocorrência de comportamentos desejaveis, facilitando ao aluno perceber se está a atingir os objectivos esperados;
- estabelecer tarefas de conclusão rápida, aumentando gradualmente o grau de complexidade e duração das mesmas, fomentando assim a capacidade de organização;
- ajudar a criança na resolução de problemas, permitindo que ela possa identificar o problema, encontrar diversas soluções e escolher a mais adequada, ponderando as consequências da escolha que tomou, aumentando a sua tolerância à frustração;
- em casa, ajudar a criança a criar uma “agenda” onde deve anotar todas as actividades/tarefas que tem para fazer no dia seguinte e, no próprio dia, conferir tudo com ela, antes de sair de casa;
- estabelecer horários fixos e regulares de repouso, de actividades físicas e de lazer;
- corrigir sempre pela positiva, ao invés da negativa, ou seja, dizer “Faz isto assim….” em vez de “Não faças isso”; desta forma é mais fácil para a criança interiorizar o que deve fazer;
- reestruturar a sua forma de pensar e de agir, quando confrontada com situações que podem prejudicar o seu funcionamento; perguntas do género “Sabes o que fizeste? ou “Como é que achas que podias ter feito de forma diferente?” ajudam a promover a auto-observação.


DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA) Adhd
Voltar ao Topo Ir em baixo
https://sorrisos.forumeiros.com
 
DISTÚRBIO DO DÉFICE DE ATENÇÃO (DDA)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SORRISOS de criança :: ✮☆✮ Ser Especial ✮☆✮ :: Outros problemas/défices-
Ir para: